Saudação início de mandato 2014-2016

 

Todo começo de ano é comum repensar a vida e os fatos acontecidos, analisamos o momento atual percebendo que a história da humanidade é cíclica e a roda da vida não cessa de girar. E, nesse início de ano assumo um novo lugar o de Presidente Nacional de Associação Brasileira de Psicopedagogia. É com satisfação que saúdo aos Psicopedagogos do Brasil, aos Associados da ABPp de cada Seção/Núcleo, ao Conselho Nacional, ao Conselho Vitalício e em menção especial à Conselheira Vitalícia Quézia Bombonatto pessoa que me oportunizou ser vice-presidente nacional da ABPp 2011-2013. Assumir a presidência da ABPp exige equilíbrio entre competência, mobilização e comprometimento. Trago em mim marcas daqueles que participaram desta história. Ao ler a mensagem de final de mandato que Quézia Bombonatto nos escreveu, me levou à uma retrospectiva de nossa trajetória neste últimos tempos e ficou no ar uma certa nostalgia pela despedida de um tempo que deixa saudade pelas coisas boas que foram conquistadas, afinal foram dias intensos bem vividos, momentos importantes. À Quézia expresso minha admiração pelo compromisso dedicado à ABPp neste últimos 6 anos e também pela companhia séria e harmônica estabelecida nesse par que formamos como presidente e vice. Olhando para a ABPp hoje temos um grupo mais coeso, respeitoso e sensível às diferenças, mas não menos comprometido com suas lutas e ideais. Assumir este lugar é um desafio para comigo mesma, com cada um de vocês, com a ABPp, com a psicopedagogia e com os psicopedagogos. Sabemos que a renovação é saudável, acredito nisso, novos cenários se desenharão e nossas ações se sedimentarão sobre estas novas demandas, já que de tempo em tempo novas exigências se colocam para que sejam repensadas, reelaboradas, porém devemos ter discernimento de trazer conosco as experiências acumuladas não para repeti-las, mas reinventá-las de acordo com o momento. Nesse sentido fico confiante e me sinto acolhida, pois sei que o Conselho Vitalício da ABPp acaba se encarregando de nos mostrar estas experiências sugerindo equilíbrio entre o já vivido e o novo, assim como o Conselho Nacional nos ajuda a pensar e repensar os caminhos a seguir e as ações a serem implementadas, e, a psicopedagogia sinaliza a tendência do momento, é deste modo que a história vai sendo delineada, enfim somos todos psicopedagogos e temos objetivos em comum, mostrar ao Brasil uma psicopedagogia reconhecida comprometida com a melhoria da qualidade da educação em nosso país.

 

Para finalizar os meus mais sinceros votos e desejo de um ano novo de vitalidade e esperanças reitero que preciso, quero o apoio e a opinião de todo o grupo: do Conselho Vitalício; do Conselho Nacional; da Diretoria Executiva; das Presidentes e Coordenadoras das Seções e Núcleos da ABPp em todo o Brasil; e dos psicopedagogos brasileiros.

 

Desta maneira concretizaremos nossos interesses em comum desde a edificação de nosso grupo até a promoção e o reconhecimento da Psicopedagogia no nosso país.

 

Estamos em 2014 e que seja um ano próspero!

 

Abraço fraterno!

 

Luciana Barros de Almeida
Presidente Nacional da ABPp